Dois membros do Hamas morrem em confronto com rivais pró-Fatah

GAZA (Reuters) - Dois oficiais de segurança do Hamas morreram no sábado em confronto entre palestinos de seu grupo islâmico com um clã pró-Fatah na Faixa de Gaza, informaram o Hamas e funcionários de um hospital. Segundo o hospital, cinco membros do Hamas e outras 30 pessoas, incluindo membros do clã Helles, ficaram feridos. Esse clã é afiliado à facção Fatah, do presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas.

Reuters |

Islam Shahwan, porta-voz de segurança do Hamas, disse que um oficial foi morto por explosivos e o outro por uma granada arremessada por um lança-forguetes durante confronto no subúrbio de Shejaia, na cidade de Gaza.

Shahwan disse que o Hamas está conduzindo uma campanha para prender membros do clã, que o grupo acredita estar por trás de uma série de ataques a bomba no território na semana passada.

Em um deles, cinco membros do Hamas e uma garota morreram.

'A família Heles se tornou uma força militar, e membros da família têm atacado, sequestrado e até matado pessoas. Nós devemos colocar um fim aos seus ataques a pessoas inocentes', disse Ehab al-Ghsain, porta-voz do Ministério do Interior, controlado pelo Hamas.

'Todas as tentativas de convencê-los a entregar suspeitos falharam', disse ele, acrescentando que dezenas de pessoas foram presas durante os confrontos.

O clã Helles tem negado envolvimento nos ataques.

Ahmed Helles, um dos mais velhos membros do clã e importante autoridade do Fatah em Gaza, prometeu continuar lutando.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG