Dois membros do ETA são condenados em Paris a 12 anos de prisão

A corte criminal de Paris condenou nesta quarta-feira Aitor García e Zigor Merodio Larraona a 12 anos de prisão por pertencerem a organização separatista basca ETA e por terem participado de uma campanha para angariar fundos para esse movimento basco.

AFP |

A promotoria havia pedido 15 anos de prisão.

García, que está sendo extraditado para a Espanha, foi preso em abril de 2003 perto de Bordeaux, durante uma operação de rotina.

As duas pessoas que estavam com ele no veículo, Larraona e outra não identificada, conseguiram fugir após roubarem um carro.

Três anos mais tarde, Zigor Larraona foi preso em Bordeaux em um carro com placa falsa.

Após três dias de audiência, os magistrados parisienses os declararam culpados por terem ajudado o ETA a obter fundos de empresários para financiar a organização.

Segundo a polícia francesa anti-terrorismo, a ETA arrecadou em 2002 um total de 2,3 milhões e euros e teve gastos de 2,5 milhões de euros.

dom/fb/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG