Bagdá, 18 ago (EFE).- Dois membros da Alta Comissão Eleitoral iraquiana foram mortos hoje a tiros por um indivíduo em Basra, no sul do país, enquanto outro ficou gravemente ferido, informaram fontes policiais.

Segundo as fontes, um homem armado entrou na sede da comissão na cidade e abriu fogo contra as pessoas que estavam no local. O agressor fugiu após o tiroteio.

As fontes não deram mais detalhes sobre as razões deste ataque, mas explicaram que as taxas de crime aumentaram nos últimos meses na cidade.

No começo do ano, o Exército e as forças de segurança iraquianas lançaram uma ampla campanha militar contra "criminosos e grupos fora da lei" em Basra, em referência ao Exército Mehdi, milícia leal ao clérigo xiita Moqtada al-Sadr e que tinha uma ampla presença na zona.

Além disso, o Exército americano informou hoje que militares iraquianos detiveram três homens ontem à noite em várias zonas de Basra.

Também afirmou que seus soldados detiveram ontem três "conhecidos criminosos" em Bagdá, durante uma operação no distrito de Rashid.

EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.