Dois ladrões roubam quadro de Magritte em museu de Bruxelas

Bruxelas, 24 set (EFE).- Dois homens roubaram hoje a tela LOlympia de René Magritte, avaliada entre 3 milhões e 4 milhões de euros, de um museu na cidade de Jette, no noroeste de Bruxelas.

EFE |

O roubo ocorreu às 10h da manhã e os ladrões que não esconderam o rosto deixaram o museu a pé e depois de caminharem um trecho subiram num carro, segundo informou uma agência de notícias do país.

Embora um dos criminosos tivesse uma pistola, nenhum disparo foi feito e ninguém ficou ferido.

Instalado na casa onde Magritte, consagrado pintor surrealista belga morou quando casado, o museu só permite a entrada de pessoas com convite.

No entanto, nesta quinta-feira, um homem foi autorizado pelo responsável a entrar na pinacoteca e durante o passeio o visitante sacou uma pistola e permitiu o ingresso do comparsa, que não estava armado.

Os ladrões entram focados para levar especialmente o quadro "L'Olympia", uma pintura que retrata a mulher do artista nua em uma paisagem com o mar ao fundo.

Antes de fugirem, os ladrões reuniram cerca de cinco pessoas no pátio do museu, entre funcionários e dois turistas, que não ficaram feridos. EFE rja/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG