Dois israelenses e cinco palestinos morrem em ataques na Faixa de Gaza

(atualiza número de vítimas e outras informações) Gaza, 9 abr (EFE).- Dois civis israelenses e cinco palestinos, entre eles três menores, morreram hoje em confrontos armados na Faixa de Gaza, informaram fontes de segurança dos dois lados da fronteira.

EFE |

Os dois civis foram baleados por um grupo de milicianos palestinos que atacaram hoje a passagem fronteiriça de Nahal Oz, em uma ofensiva que deixou também pelo menos dois feridos, disseram as fontes militares israelenses.

Um porta-voz do Exército disse que "terroristas entraram na zona de depósitos de combustíveis da passagem e dispararam contra os civis na instalação".

Esta passagem permite a entrada do abastecimento de combustível à Faixa de Gaza.

Em comunicado conjunto divulgado na Faixa de Gaza, a Jihad Islâmica, os Comitês Populares da Resistência e as Brigadas Mujahedin, vinculadas ao Fatah, assumiram a autoria do ataque e garantiram que seus homens tinham conseguido retornar à zona segura.

No entanto, pouco depois, um helicóptero israelense disparou um foguete contra um carro onde estavam milicianos islâmicos no bairro Zeitoun, na Cidade de Gaza.

No princípio foi informado que havia três milicianos mortos entre os ocupantes, embora fontes do hospital Shifa tenham aumentado para quatro o número de vítimas mortais, entre eles três menores de idade e cinco feridos, afirmam as fontes.

Por enquanto não foi revelado se há relação entre os dois episódios, pois o mesmo comunicado palestino diz que os autores do ataque em Nahal Oz escaparam sob o fogo de helicópteros.

Um quinto palestino, um miliciano, morreu pouco depois no nordeste da Faixa em outro ataque aéreo israelense.

De manhã foi informado que um miliciano palestino e um soldado israelense morreram em combates no sul da Faixa de Gaza durante uma incursão do Exército israelense. EFE Sa'ar/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG