PEQUIM - Dois homens da minoria étnica uigure foram executados sob a acusação de terem cometido em agosto de 2008, antes dos Jogos Olímpicos, um atentado que deixou 17 mortos na região chinesa de Xinjiang (noroeste), de maioria muçulmana, anunciou nesta quinta-feira a agência China Nova.

Um tribunal de Kashgar, a cidade onde aconteceu este ataque, anunciou sua execução nesta quinta-feira durante um encontro ao qual participaram cerca de 4.000 responsáveis locais e habitantes da cidade, destacou a agência oficial chinesa.

Este ataque, atribuído a dois jovens muçulmanos da etnia uigure, aconteceu em 4 de agosto, quatro dias antes da abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, contra uma delegacia de Kashgar, no oeste muçulmano da China, com um saldo de 17 mortos e 15 feridos.

Leia mais sobre China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.