Zona Verde de Bagdá - Mundo - iG" /

Dois funcionários do Pentágono são mortos na Zona Verde de Bagdá

Dois civis, um deles norte-americano, que trabalhavam para o Pentágono, foram encontrados mortos na Zona Verde de Bagdá, um setor ultraprotegido da capital iraquiana onde está localizada a embaixada dos Estados Unidos, indicou neste sábado o Exército norte-americano.

AFP |

Uma pessoa que trabalhava para o Departamento de Defesa morreu na sexta-feira à noite atingida por um foguete lançado contra a "Zona Verde".

"Um foguete atingiu a Zona Verde, ao norte da embaixada norta-americana, na sexta-feira à noite. Um civil do Departamento de Defesa morreu no ataque", declarou o comandante José López, porta-voz do comando militar norte-americano, antes de ressaltar que não podia confirmar se a vítima era norte-americana.

O Departamento de Defesa também possui funcionários estrangeiros.

Mais mortes

Em outro incidente, o corpo de um "civil norte-americano (que) trabalhava para o Departamento de Defesa" foi encontrado também na Zona Verde, declarou o comando militar dos Estados Unidos, que não indicou em quais circunstâncias foi assassinado e se se tratava de um homem ou de uma mulher. O Exército indicou que uma investigação foi aberta.

A "Zona Verde", onde funcionam a administração iraquiana e várias embaixadas ocidentais, passou para o controle iraquiano em 1º de janeiro.

Leia mais sobre o Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG