Dois funcionários da ONU são sequestrados por insurgentes na Somália

Dois funcionários estrangeiros do Serviço de Luta Antiminas da ONU foram seqüestrados neste sábado por rebeldes islamitas somalianos, após tomarem controle da cidade de Hodur (370 km a oeste de Mogadíscio), indicaram fontes locais.

AFP |

"Os dois funcionários do Serviço de Luta Antiminas das Nações Unidas foram levados do posto da International Medical Corps (IMC). Não sabemos onde estão. Levaram eles após os islamitas tomarem controle da cidade", declarou à AFP um responsável da ONU na região, que pediu para não ser identificado.

Essa mesma fonte disse que os dois empregados são provavelmente suecos.

"Os islamitas feriram o comissário do distrito durante um tiroteio. Mataram um dos seus guarda-costas. Tomaram o controle da cidade e invadiram o IMC, seqüestrando dois trabalhadores humanitários estrangeiros", indicou à AFP um vizinho do local, Hassan Mohamed.

nur/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG