Dois funcionários da ONU estão entre mortos no atentado de Peshawar

Islamabad, 10 jun (EFE).- Dois funcionários da ONU - um sérvio e uma filipina - estão entre os 18 mortos no ataque suicida perpetrado na noite desta terça-feira contra um luxuoso hotel da cidade paquistanesa de Peshawar (noroeste), informaram hoje à Agência Efe várias fontes oficiais.

EFE |

No total, 18 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas, explicou o ministro regional de Informação, Mian Iftikhar, segundo a emissora local "Express TV".

Uma fonte policial consultada pela Efe aumentou o número de mortos para 20 e explicou que se tratou de um ataque suicida perpetrado por um comando terrorista de quatro ou cinco membros.

Segundo a fonte, os terroristas chegaram ontem à noite ao hotel de cinco estrelas Pearl Continental a bordo de dois veículos e equipados com armas automáticas, que usaram para matar os seguranças antes de chegar ao estacionamento.

No estacionamento do hotel, um deles detonou um mini-caminhão carregado com 500 quilos de explosivo, uma ação que foi ouvida a quilômetros de distância e deixou uma cratera de mais de cinco metros.

Segundo fontes da ONU, no atentado morreram o funcionário sérvio do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur) Aleksandar Vorkapic e a funcionária filipina do Unicef Perseveranda So, enquanto outros quatro funcionários ficarma feridos.

"Era uma funcionária comprometida, que trabalhou com determinação como chefe de Educação no Paquistão e conquistou o respeito e a admiração daqueles com que esteve em contato", disse hoje o Unicef em comunicado. EFE igb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG