Dois espanhóis são resgatados depois de três semanas no Atlântico

Dois espanhóis que passaram três semanas à deriva ao sul das Ilhas Canárias, no oceano Atlântico, foram resgatados nesta sexta-feira por um navio cargueiro cipriota, informaram fontes oficiais.

AFP |

Os dois homens, que ficaram sem água nem comida durante oito dias, foram avistados pela tripulação do navio quando estavam 250 km ao sul da ilha de Tenerife, segundo um porta-voz do governo local.

Ambos foram levados de helicóptero para um hospital de Las Palmas, e estão fora de perigo, segundo fontes oficiais.

"Não sabemos como eles se perderam, não sabemos nada, absolutamente nada. A boa notícia é que eles estão sãos e salvos", disse a filha de José Quevedo, um dos resgatados, à televisão pública.

Quevedo era o proprietário do barco "Saulo", que havia comprado na Espanha. O outro homem, Cristo Rey Herrera, era o tripulante da embarcação. Ambos são marinheiros experientes, e estavam desaparecidos desde o dia 13 de março.

ds/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG