Dois enviados do Dalai Lama chegarão à China no sábado

Dois enviados do Dalai Lama, o líder espiritual tibetano no exílio, chegarão no sábado à China para se reunir com autoridades chinesas para tratar a crise no Tibete, anunciou nesta sexta-feira um porta-voz do governo tibetano no exílio.

AFP |

"Durante sua breve visita, os enviados discutirão o tema urgente da atual crise nas regiões tibetanas", disse à AFP Thubten Samphel.

"Transmitirão a profunda preocupação do Dalai Lama com a maneira pela qual as autoridades chinesas enfrentaram a situação e também darão sugestões sobre como levar a paz à região", acrescentou o porta-voz.

Um comunicado do governo tibetano exilado em Dharamsala, no norte da Índia, se referiu a conversações "informais", no sábado, na China.

"Já que o poder chinês declarou publicamente e ante os governos estrangeiros sua disposição em manter o diálogo, os emissários abordarão um avanço no processo político para que uma solução benéfica para ambas as partes seja encontrada", acrescentou a nota.

No dia 25 de abril, a China propôs a retomada do diálogo relativo ao Tibete. Na terça-feira pediu ao Dalai Lama que aproveite esta oportunidade e tome medidas para pôr fim à violência antes dos Jogos Olímpicos de agosto.

er-bp-nr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG