Dois dos três reféns alemães libertados deixam o Iêmen

Sana, 23 dez (EFE).- Dois dos três reféns alemães libertados na sexta-feira passada por seus seqüestradores deixaram hoje Sana, capital do Iêmen, de volta ao seu país natal, informaram à Agência Efe fontes dos serviços de segurança.

EFE |

Uma especialista da Cooperação alemã e seus pais, que se encontravam no Iêmen de férias, foram seqüestrados no último dia 15 por cinco membros de uma tribo iemenita na cidade de Radaa, cerca de 130 quilômetros ao sudoeste de Sanaa.

Os pais da funcionária partiram hoje à bordo de um avião em direção a Istambul, na Turquia, onde tomarão outro vôo com destino a seu país de origem, enquanto sua filha decidiu permanecer no Iêmen para continuar seu trabalho.

Os seqüestradores aceitaram entregá-los depois que o Governo iemenita prometeu considerar suas reivindicações que consistiam na libertação do filho e do irmão do líder do grupo, condenados há quatro meses pelo seqüestro de cinco engenheiros no ano passado.

O seqüestro de estrangeiros é comum entre as tribos iemenitas, que utilizam este recurso com relativa freqüência para pressionar o Governo ou pedir resgates milionários. EFE ja/ab/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG