Dois carregamentos de ajuda confiscados pela junta militar birmanesa (ONU)

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) da ONU ressaltou neste sábado que a junta militar birmanesa confiscou a carga de outros dois aviões que transportavam produtos de primeira necessidade para as vítimas do ciclone Nargis, e com isso chega a quatro o número de carregamentos retidos.

AFP |

"Continua tudo nas mesmas condições. Os indicadores anteriores eram positivos. Esperamos que a situação melhore em dois dias", ressaltou o porta-voz do Programa Mundial de Alimentos (PMA), Marcus Prior.

"Continuaremos enviando aviões. Nossas negociações com o governo continuam. Esperamos que gerem resultados positivos". acrescentou à AFP.

Os dois últimos vôos, procedentes de Dubai e da capital cambojana, Phnom Penh, incluíam barras energéticas, barracas e equipamentos de comunicação e para a construção de postos para as equipes de assistência.

Prior disse que anteriormente a ONU havia conseguido enviar para o país 5,6 toneladas de barras energéticas em um vôo comercial da companhia aérea tailandesa Thai Airways que, ao contrário dos dois carregamentos citados, conseguiu passar pela alfândega.

str/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG