Dois caças militares chineses se chocam no norte do país

Pequim, 25 jun (EFE).- As autoridades chinesas afirmaram hoje que foram dois caças militares, e não helicópteros, como tinham indicado antes, os dois aparelhos que se chocaram hoje na região autônoma da Mongólia Interior.

EFE |

Os dois pilotos saltaram dos aparelhos com pára-quedas e ficaram levemente feridos, por isso foram levados ao hospital local, informou a agência de notícias "Xinhua", que não informou sobre outras possíveis vítimas.

O acidente ocorreu a cerca de 20 quilômetros da capital regional, Hohhot, quando dois caças se chocaram no distrito de Qingshuihe, às 8h50.

A princípio, a "Xinhua" tinha informado que dois helicópteros tinham se chocado e que os pilotos tinham ficado presos entre os destroços dos aparelhos. EFE mz/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG