Bangcoc, 10 mai (EFE).- Dois aviões Hércules C-130 das Forças Aéreas tailandesas com ajuda humanitária para Mianmar (antiga Birmânia) da Cruz Vermelha da Tailândia e de uma fundação da família real deste país decolaram hoje de Bangcoc com direção a Yangun.

As aeronaves transportam artigos de primeira necessidade (leite em pó, água potável, comida, mosquiteiros, pastilhas purificadoras de água e geradores de eletricidade) para serem divididos entre os desabrigados pelo ciclone "Nargis", que arrasou o sul de Mianmar nos últimos dias 2 e 3.

Outra carga com 10 toneladas de primeiros socorros, doada pelo rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, e que será levada pessoalmente pelo chefe da Força Aérea da Tailândia, Chalit Pookpasuk, viajará amanhã em outro avião militar para Yangun.

Segundo o grupo "Campanha para os Direitos Humanos e a Democracia em Mianmar", com sede no Reino Unido, os generais da Junta Militar birmanesa aproveitam a ajuda que entra para colocarem suas fotos nas bolsas, pacotes e sacos de mantimentos e fazer propaganda do regime.

Em um deles era destacada a imagem do chefe militar de Yangun, o tenente-general Myint Swe, e debaixo da foto havia um adesivo menor que dizia: "Ajuda do Reino da Tailândia".

Dois caminhões do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) com 20 toneladas de ajuda entraram hoje em Mianmar também vindos da Tailândia. EFE fmg/ev/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.