Dois ataques aéreos israelenses em Gaza matam cinco palestinos

GAZA - Cinco palestinos morreram em dois ataques aéreos israelenses, na noite de sexta-feira, na Faixa de Gaza, de acordo com um novo registro fornecido neste sábado por fontes médicas e do movimento islâmico Hamas, que controla esse território palestino.

AFP |

Um registro anterior indicava o número de mortos em ambos os ataques em três.

Os corpos de dois palestinos foram encontrados após um primeiro ataque aéreo contra um posto de segurança do Hamas em Khan Yunes, no sul da Faixa de Gaza, segundo as mesmas fontes. Nesse ataque um terceiro palestino foi morto.

A Faixa de Gaza está sob controle do Hamas desde junho de 2007.

Pouco antes, dois ativistas do grupo radical morreram em outro ataque aéreo israelense contra um edifício da Polícia do Hamas em Rafah, também no sul da Faixa de Gaza, acrescentaram.

O braço armado do Hamas, as Brigadas Ezedin al-Qassam, confirmou que as duas vítimas pertenciam ao seu movimento.

Neste sábado pela manhã, o Exército israelense efetuou um novo ataque aéreo a oeste de Khan Yunes no qual dois membros do braço armado da Jihad Islâmica ficaram feridos, ainda segundo fontes médicas.

Uma porta-voz do Exército israelense confirmou ambos os ataques aéreos "contra postos mantidos pelo Hamas e homens armados próximos à zona de segurança" que separa a Faixa de Gaza do território israelense.

A porta-voz militar indicou que ativistas palestinos dispararam dez foguetes a partir da Faixa de Gaza em direção ao sul de Israel desde a noite de sexta-feira.

Três desses artefatos explodiram na cidade de Sderot, causando danos em uma casa mas sem deixar vítimas.

Os ataques foram efetuados algumas horas depois que as Brigadas Ezedin al-Qassam reivindicaram os disparos de três obuses de morteiro que mataram na sexta-feira um civil israelense em um kibutz do sul de Israel.

Leia mais sobre: conflitos em Gaza 

    Leia tudo sobre: gazaisrael

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG