Dois ataques à mesquita deixam 70 mortos no Paquistão

Primeiro atentado realizado nesta sexta-feira matou 67 pessoas e é o mais grave no país deste setembro

iG São Paulo |

Um atentado suicida em uma mesquita deixou pelo menos 67 mortos em Darra Adam Khel, subúrbio de Peshawar, no noroeste do Paquistão. Horas depois, um ataque em outra mesquita a cerca de 15 km matou mais três pessoas.

© AP
Pessoas lavam chão de mesquita alvo do primeiro atentado suicida em Peshawar, no Paquistão

O atentado em Darra Adam Khel deixou pelo menos 80 feridos. O ataque, o maior no Paquistão desde setembro, ocorreu logo após às orações de sexta-feira. Cerca de 300 pessoas estavam reunidas na mesquita Waali quando o homem-bomba entrou no salão principal e detonou os explosivos.

"Eu tinha acabado de terminar minhas orações quando houve uma grande explosão. Foi assustador. Não sei o que aconteceu depois. Eu caí no chão", disse Mohib Ullah, de 15 anos.

Um vídeo do local mostrou uma mulher gritando, um idoso com roupas manchadas de sangue e uma criança sendo levada à sala de emergência de um hospital próximo. Autoridades de um hospital disseram que pelo menos duas crianças estão entre os mortos.

Ainda não se sabe qual grupo é o responsável pelo ataque, o último em uma série de explosões em mesquitas. O Taleban paquistanês assumiu a responsabilidade por ataques deste tipo no passado e ainda é ativo na região.

Foi o maior ataque no Paquistão desde setembro, quando um homem-bomba atacou uma procissão de muçulmanos xiitas na cidade de Quetta, no sudoeste do país, matando 54 pessoas. Em outubro, 25 pessoas morreram em uma explosão em outro templo, na província paquistanesa do Punjab (leste paquistanês). Outro ataque, contra um santuário em Karachi (sul do país), matou nove pessoas.

Suspeita-se que o alvo do ataque desta sexta-feira pode ter sido um ancião de uma tribo que incentivou os moradores da região a ficar contra o Taleban. Ainda não se sabe se ele estava entre as vítimas.

A região do atentado serviu como base para militantes islâmicos em seus ataques contra comboios de suprimentos da Otan, que mantém uma ofensiva contra os militantes no vizinho Afeganistão.

Com Reuters e AP

    Leia tudo sobre: paquistãohomem-bombaatentado suicidamesquita

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG