Dois assessores de Correa apresentam renúncia

Quito, 20 out (EFE) - O governador da província de Guayas, Leonardo Vicuña, e a ministra do Litoral, Carolina Portalupi, colaboradores próximos do presidente equatoriano, Rafael Correa, renunciaram a seus cargos, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Os dois anunciaram suas demissões na cidade litorânea de Guayaquil, capital da província de Guayas e considerada bastião da oposição.

Vicuña, que assumiu como governador (representante do Executivo) na província de Guayas em 19 de maio, seria substituído por Francisco Jiménez, ex-membro do movimento governista Acordo País, informou a rede de televisão "Teleamazonas".

O ex-governador disse que se retira do cargo para assumir outras funções propostas pelo chefe de Estado.

Portalupi, que, segundo a "Teleamazonas", assumiria o subsecretariado de Finanças, será substituída no Ministério do Litoral pelo diretor de Rendas Internas de Guayas, Cristian Viteri.

EFE jc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG