Dois adolescenes de Nova York foram indiciados nesta quinta-feira por queimar vivo um gato e podem pegar uma pena de até 25 anos de prisão.

Os dois jovens, de 17 e 18 anos, jogaram gasolina no felino e atearam fogo a ele, que foi achado no dia seguinte, ainda vivo, mas com queimaduras de quarto grau. O animal teve de ser sacrificado.

A Sociedade de Proteção aos Animais conduziu uma investigação que levou aos agressores, que foram indiciados formalmente pela justiça.

ltl/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.