Após uma reunião que entrou madrugada adentro, os principais negociadores da Rodada de Doha afirmaram que as negociações tiveram algum avanço, mas o impasse entre os países desenvolvidos e emergentes permanece. A reunião foi encerrada às 3h30 de Genebra (22h30 em Brasília) e contou com a participação do ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e representantes dos Estados Unidos, União Européia, Japão, Índia, China, Austrália e Japão.

A agenda do encontro esteve centrada em 11 tópicos relacionados às propostas de cortes de subsídios agrícolas e abertura do setor industrial.

"Coletivamente, achamos que vale a pena continuar com os esforços porque houve um avanço. Mas há dificuldades também", afirmou o chanceler brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.