Documentário exibido no Festival do Amazonas alerta para uso de petróleo

Manaus, 9 nov (EFE) - Durante um ano inteiro, John Webster e sua família seguiram uma rígida dieta baseada em não comprar nada (ou quase nada) que envolvesse o uso de petróleo, e isso foi retratado no documentário Recipes for disaster, exibido no Festival de Cinema do Amazonas. O filme, rodado em tom de comédia, mas inspirado nas críticas do cinema de Michael Moore, concorre na seção de documentários internacionais, e faz um apelo em favor da ação individual para deter a deterioração sofrida pela Terra, concretamente com a emissão de dióxido de carbono na atmosfera. Este tipo de ensaio geral da extinção de recursos naturais começa com uma afirmação em tom irônico: Nos orgulhamos de sermos seres razoáveis, de planejar nosso futuro, de saber que nossos atos têm conseqüências, assegura Webster, que realizou outros documentários filmes como What comes around (2005). No filme, indica-se que um cidadão finlandês jogue uma média de 13 mil quilos de dióxido de carbono à atmosfera em um ano, uma quantidade relativamente baixa em comparação com os Estados Unidos, cuja poluição per capita chega a 30 mil quilos por ano. Webster denuncia a falta de conscientização com uma pergunta: Se podemos dizer que somos inocentemente felizes, como pode isso ferir o mundo?, e, a partir daí, convence a família a, por um lado, falar em inglês durante um ano para dar uma forma mais comercial à experiência e, sobretudo, executar o eco-plano. Gasolina e plástico são os princ...

EFE |

A pergunta que fica no final do filme é: o que acontecerá quando não for uma experiência, mas uma imposição da natureza? EFE msc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG