Documentação com impressão digital de criminoso desaparece na Sérvia

Belgrado, 11 set (EFE).- A documentação com a impressão digital de Ratko Mladic, acusado por crimes de guerra e foragido da Justiça internacional, desapareceu dos arquivos, afirmou hoje o jornal Blic.

EFE |

O periódico, que cita fontes próximas à investigação, diz que essa prova foi necessária para descobrir se Mladic tem uma identidade falsa, como foi o caso de Radovan Karadzic, outro suposto criminoso de guerra detido em julho passado.

A fonte, que não revelou de que arquivo se trata, afirmou que isto provocou "uma pequena guerra" nos serviços secretos e na Polícia, além da ira do novo chefe dos serviços secretos, Sasa Vukadinovic.

A informação surge no mesmo dia em que o promotor-chefe do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII), Serge Brammertz, expressou em Belgrado seu "otimismo cauteloso" sobre os esforços da Sérvia em capturar Mladic, ex-comandante militar servo-bósnio, e Goran Hadzic, ex-líder dos sérvios da Croácia.

Ambos são os últimos acusados de crimes de guerra que ainda se escondem da Justiça internacional. EFE sn/fh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG