Doadores prometem 164 milhões de euros para segurança da Somália

Bruxelas, 23 abr (EFE).- A conferência de doadores em apoio às instituições de segurança na Somália e à missão da União Africana (UA) arrecadou hoje 164 milhões de euros (US$ 213 milhões), para tentar solucionar pela raiz o problema da pirataria, que está afetando navios de todo o mundo.

EFE |

Além disso, a Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) anunciou, no contexto da conferência, outros 48 milhões de euros para ajuda humanitária, e com isso a ajuda total prometida hoje para a Somália chega a 212 milhões de euros (US$ 276 milhões).

O presidente somali, Sharif Sheikh Ahmed, agradeceu este apoio econômico da comunidade internacional e afirmou que seu Governo fará tudo o possível para controlar o território, que, atualmente, está, em grande medida, nas mãos de "senhores da guerra".

"Embora tenha havido um fracasso após outro nos últimos 20 anos (para conseguir a estabilidade), vamos voltar a tentar, e meu Governo tem o apoio popular, da comunidade internacional e dos países vizinhos, por isso, achamos que podemos triunfar", disse.

O alto representante para Política Externa e de Segurança Comum da União Europeia (UE), Javier Solana, afirmou que "a impressão hoje, sem dúvida, é que será possível vencer a pirataria". EFE met/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG