Divulgadas novas imagens de terroristas dos ataques de 2005 em Londres

Londres, 23 abr (EFE) - Um vídeo com novas imagens de dois dos quatro terroristas que cometeram os atentados de 7 de julho de 2005 contra a rede de transporte de Londres foi divulgado hoje em um tribunal, onde três homens acusados de ajudar os responsáveis pelos ataques são julgados.

EFE |

A fita, exibida no tribunal de Kingston (sul de Londres), mostra os terroristas Shehzad Tanweer e Mohammed Sidique Khan, suposto "cérebro" da ação, caminhando por uma rua do leste da capital britânica junto a Waheed Ali, uma das três pessoas acusadas de colaborar com eles.

Na gravação aparece também um homem chamado Ausman, a quem a Promotoria descreve como um "terrorista comprometido", e outros dois sujeitos que passeiam junto a Tanweer, Sidique Khan e Ali, perto do bairro londrino de Upton Park.

O vídeo foi gravado pelas forças de segurança britânicas em uma operação de acompanhamento de Ausman em 23 de março de 2004, mais de um ano antes dos ataques de 7 de julho de 2005, que mataram 56 pessoas (incluídos os quatro terroristas suicidas) e deixaram 700 feridos.

Nesse mesmo dia, a Polícia gravou conversas de Khan, Ausman e outras pessoas - cujas vozes não puderam ser reconhecidas - sobre a maneira de enganar bancos e companhias que emitem cartões de crédito.

Ali, de 24 anos; Sadeer Saleem, de 27; e Mohammed Shakil, de 31, são acusados de ajudar aos quatro autores dos atentados de Londres (Sidique Khan, Tanweer, Jermaine Lindsay e Hasib Hussain), embora não tenham tido envolvimento direto nos ataques.

Além disso, a Promotoria acusa os três suspeitos de conspirar com os responsáveis dos atentados para causar explosões e buscar possíveis alvos para atentar na capital britânica.

Entre esses estão o metrô da cidade e pontos turísticos como o Museu de História Natural, a London Eye (a grande roda-gigante às margens do rio Tâmisa) e o Aquário de Londres, segundo a acusação.

Ali é de Tower Hamlets (leste de Londres), enquanto Saleem e Shakil procedem de Leeds (norte da Inglaterra), onde morava Sidique Khan.

Os terroristas responsáveis pelas ações (três de origem paquistanesa, um de procedência jamaicana e todos muçulmanos britânicos) atacaram em 7 de julho de 2005 três vagões do Metrô de Londres e um ônibus urbano.

Sidique Khan, de 30 anos; Tanweer, de 22; e Lindsay, de 19 anos e único envolvido de origem jamaicana, detonaram suas "mochilas-bomba" em três vagões do metrô.

Por sua parte, Hussain, de 18 anos, explodiu a quarta bomba em um ônibus que passava por Tavistock Square, perto do Museu Britânico.

EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG