Berlim, 10 jan (EFE).- Mais de 20.000 pessoas, segundo fontes da Polícia, se reuniram hoje aos atos convocados em diferentes cidades da Alemanha para protestarem contra a intervenção de Israel na Faixa de Gaza.

O ato mais movimentado reuniu na cidade de Duisburg, no Vale do Ruhr, mais de 10.000 pessoas, que compareceram à convocação da comunidade islâmica Milli Görüs, formada por turcos e considerada radical pelas autoridades alemãs.

Durante o protesto, que aconteceu de forma pacífica e sem incidentes, os organizadores exigiram o fim da ofensiva israelense contra Gaza e o fim do bloqueio imposto à região.

A Polícia informou que em outra manifestação em Mainz, no oeste do país, cerca de 5.000 pessoas protestaram contra os ataques contra Gaza com palavras de ordem como "Parem o assassinato de crianças", "Paz para a Palestina" e "ONU: onde está sua intervenção?".

Convocada pela "Iniciativa de Mainz para a paz em Gaza", os organizadores do ato exigiram do Governo alemão que exija de Israel o respeito do direito internacional e que acate as resoluções da ONU.

Enquanto nestes dois atos a presença palestina foi minoritária, em Berlim protestaram cerca de 2.500 pessoas, em sua maioria palestinos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.