Distúrbios em protestos hindus na Caxemira indiana deixam cerca de 50 feridos

Nova Délhi, 2 jul (EFE).- Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas hoje, 13 delas devido à explosão de uma granada, em distúrbios registrados durante os protestos de cidadãos hindus em vários pontos da Caxemira indiana, afirma uma fonte oficial.

EFE |

Segundo a fonte, citada pela agência "PTI", outras 70 pessoas foram detidas em vários pontos da região, enquanto o toque de recolher foi imposto nos distritos de Bhaderwah e Samba. Membros do Exército foram destacados nessas regiões para evitar mais incidentes.

A violência voltou a explodir hoje durante as manifestações convocadas para protestar contra a decisão do Governo regional de revogar a alocação de terrenos florestais a um organismo que promove peregrinações hindus na Caxemira.

Várias estradas que ligam as principais cidades da região foram bloqueadas por grupos de manifestantes.

Além disso, ativistas radicais hindus se envolveram em vários confrontos com a Polícia em diferentes pontos da Caxemira. As forças de segurança utilizaram gás lacrimogêneo para dissolver as manifestações, que terminaram com 15 agentes feridos.

Na última semana, protestos violentos foram registrados no vale da Caxemira, onde a maioria muçulmana da região se opõe à transferência de 40 hectares de terreno florestal ao organismo encarregado da peregrinação atual ao santuário hindu de Amarnath.

EFE mb/ev/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG