Dissidentes irlandeses ameaçam ataque a bomba em Londres

Polícia fecha avenida que leva a Buckingham; ameaça surge antes de visita de Elizabeth 2ª à Irlanda e de Obama ao Reino Unido

iG São Paulo |

Reprodução
Polícia britânica fechou na manhã desta segunda-feira a avenida que leva ao Palácio de Buckingham
A polícia britânica disse nesta segunda-feira ter recebido um alerta de bomba em Londres de um grupo dissidente do Exército Republicano Irlandês (IRA). Segundo informações na mídia, a mensagem codificada foi enviada por republicanos dissidentes contrários ao processo de paz da Irlanda do Norte.

"Um aviso de uma ameaça de bomba no centro de Londres foi recebido hoje. A ameaça não especificou o local e o horário (do possível ataque)", disse a polícia de Londres em comunicado. A mídia local, porém, indica que a ameaça se refere ao centro da cidade.

Os policiais trabalham agora para coibir a ameaça e pediram que a população fique atenta. "O índice de ameaça de terrorismo ligado à Irlanda não aumentou e continua sendo substancial, o que significa que um ataque é uma forte possibilidade", indicou o comunicado.

A presença policial foi visivelmente intensificada na cidade e várias ruas em torno do Mall, a avenida que une o palácio de Buckingham e a Trafalgar Square, foram fechadas ao trânsito.

"Há um alerta de segurança em curso nessa área", disse uma porta-voz da polícia metropolitana, confirmando que os agentes bloquearam as imediações da avenida às 4h20 (0h20 de Brasília).

A emissora pública "BBC" informou que a polícia recebeu "um aviso codificado" por parte dos republicanos dissidentes, que se opõem ao processo de paz na Irlanda do Norte, razão pela qual a advertência de um eventual atentado foi levada a sério.

A ameaça acontece 24 horas antes do início da histórica visita que a rainha Elizabeth 2ª realizará à Irlanda, a primeira desde a independência em 1921. Ela irá ao país cercada por um forte dispositivo de segurança.

A polícia londrina também se prepara para um aumento da vigilância na semana que vem, por ocasião da visita do presidente americano, Barack Obama. Ele passará três dias no Reino Unido, a convite da rainha, entre 24 e 26 de maio, antes da cúpula do G8.

Em um incidente separado nesta segunda-feira, a polícia realizou uma explosão controlada para destruir uma sacola suspeita em uma rua no centro de Londres, apesar de descobrir que era um pacote inofensivo, segundo um porta-voz da polícia.

Grupos militantes contrários ao controle britânico da Irlanda do Norte são o maior risco durante a visita de quatro dias da rainha à Irlanda.

*Com AP, EFE, AFP  e Reuters

    Leia tudo sobre: grã-bretanhareino unidoirlandaobamaelizabeth 2ªIRA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG