Dissidente Guillermo Fariñas é liberado após 6 horas detido em delegacia

Fariñas foi detido quando participava de um protesto pelo despejo de uma mulher que se instalara em um imóvel abandonado

EFE |

O dissidente cubano Guillermo Fariñas, agraciado no ano passado pelo Parlamento Europeu com o prêmio Sajarov, foi libertado na noite desta quarta-feira após permanecer detido por seis horas em uma delegacia da cidade de Santa Clara, informou à Agência Efe o próprio opositor.

Em conversa telefônica desde sua casa em Santa Clara, Fariñas explicou que foi detido por agentes da polícia cubana junto a outras 22 pessoas por "escândalo público" quando participavam de um protesto pelo despejo de uma mulher grávida e mãe solteira de dois filhos que se instalara em um imóvel abandonado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG