Dissidente chinês Hu Jia é condenado por subversão

Pequim, 3 abr (EFE).- O dissidente chinês Hu Jia, conhecido ativista dos direitos humanos, foi condenado hoje a três anos e meio de prisão por subversão, confirmaram à Agência Efe seus advogados.

EFE |

Li Fangping, um dos defensores de Hu, assinalou que o dissidente tem 10 dias para apelar da sentença, mas informou que isso "dependerá de sua decisão".

Hu e sua esposa, Zeng Jinyan, outra conhecida ativista, se tornaram nos últimos anos uma das vozes mais críticas contra Pequim, e um dos mais abertos a conversar com a imprensa internacional.

Várias das entrevistas que concedeu foram usadas pela acusação para pedir a condenação por "incitação à subversão contra o Estado", um crime que com freqüência é aplicado a dissidentes e presos políticos. EFE abc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG