Dublin, 8 mar (EFE).- O IRA Autêntico, uma dissidência do já inativo Exército Republicano Irlandês (IRA), assumiu hoje a autoria do atentado cometido neste sábado contra uma base militar na Irlanda do Norte, que deixou dois soldados britânicos mortos.

O jornal irlandês "Sunday Tribune", com sede em Dublin, disse ter recebido uma ligação anônima feita em nome do IRA Autêntico na qual o grupo assumia a responsabilidade pelo ato. EFE pa/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.