Tamanho do texto

PEQUIM (Reuters) - A irrupção de um vírus numa cidade no leste chinês matou 19 crianças e deixou centenas doentes, informou a mídia estatal neste domingo, quase dois meses depois que o problema teve início. O vírus intestinal chamado de enterovirus 71 ou EV71, um dos desencadeadores do que é às vezes chamado de febre aftosa, começou a espalhar-se em Fuyang, na Província de Anhui, no início de março, informou a agência de notícias Xinhua, citando o órgão responsável pela área de saúde na cidade.

As vítimas, na maioria na faixa dos dois aos seis anos de idade, chegaram aos hospitais com 'febre, bolhas, úlceras na boca ou feridas nas mãos e pés', diz o artigo.

Até sábado, 19 crianças haviam morrido por causa do surto e 204 permaneciam no hospital, incluindo quatro em condição crítica. No total, 789 foram afetadas pelo vírus.

Autoridades da província e do Ministério da Saúde e médicos foram para Fuyang investigar o surto, ajudar os pacientes e 'estender amplamente os trabalhos de prevenção e controle,' informou a Xinhua.

A agência não identificou a fonte do vírus nem disse porque Fuyang foi atingida tão duramente. Também não informou por que a irrupção da doença só foi informada publicamente agora.

(Reportagem de Chris Buckley)