Disputa por filha e acusação de roubo marcaram últimos meses de herdeira morta

Os últimos meses da vida da socialite Casey Johnson - herdeira da Johnson & Johnson - encontrada morta em sua casa em Los Angeles na segunda-feira, foram marcados pela disputa da custódia de sua filha e por ter que se defender, na Justiça, de uma acusação de roubo feita pela polícia. Segundo o jornal Los Angeles Times, os últimos anos da vida de Casey foram marcados por sinais de adversidades.

BBC Brasil |

"(Casey) estava envolvidas em uma batalha com sua mãe pela custódia de Ava-Monroe, um bebê nascido no Cazaquistão e adotado por ela em 2007."
O jornal conta que Casey Johnson foi presa em dezembro, depois de invadir a casa de uma ex-namorada.

Ela foi indiciada por roubo depois de levar cerca de US$ 22 mil em roupas, joias, bolsas e outros itens.

Casey se declarou inocente e deveria comparecer a uma nova audiência em um tribunal em fevereiro, diz o jornal.

Fontes anônimas ouvidas pelo Los Angeles Times disseram ainda que a morte pode estar ligada ao uso de remédios.

Já o jornal New York Daily News diz que, nos últimos meses, sua família teria se afastado de Casey Johnson e cortado a mesada da socialite em uma tentativa de ajudá-la a combater o abuso de drogas e álcool.

O corpo da socialite foi encontrado na casa dela na segunda-feira. De acordo com a polícia de Los Angeles, não havia sinais de uso e substâncias ilícitas, e a morte - que não está sendo tratada como suspeita - parece ter ocorrido por causas naturais.

A polícia, no entanto, ordenou exames de toxicologia para examinar se havia algum tipo de droga no corpo da herdeira, mas os resultados podem levar até seis semanas.

Casey Johnson lutava contra a diabetes desde a infância. O pai dela, Robert Wood Johnson, chegou a escrever um livro sobre como lidar com a diabetes dos filhos.

A morte da socialite provocou reações de outras celebridades no Twitter, como sua noiva, Tila Tequila, as irmãs Paris e Nicky Hilton, suas amigas de infância, e a atriz Lindsay Lohan.

A família, que anunciou um funeral privado, emitiu uma declaração pedindo privacidade durante este tempo "muito difícil".

Casey Johnson cresceu no Upper East Side em Manhattan, o bairro dos milionários de Nova York e há oito anos se mudou para Los Angeles.

Cerca de dois anos atrás ela adotou uma menina nascida no Cazaquistão - Ava Monroe - cuja guarda disputava com sua mãe, Sela Johnson.

No passado, a socialite disse ter se arrependido de não ter aceitado o convite da amiga Paris Hilton para participar no programa de reality TV The Simple Life, que acabou sendo estrelado por Paris Hilton e Nicole Richie.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG