Disputa pelo Emmy 2008 é a mais aberta dos últimos anos

Fernando Mexía Los Angeles (EUA), 17 jul (EFE).- A 60ª edição dos prêmios Emmy será a mais aberta dos últimos anos, sem a presença de pesos pesados como Família Soprano entre os indicados a melhor programa, e com a série estreante Mad Men como favorita, segundo a lista de candidatos divulgada hoje.

EFE |

A Academia de Artes e Ciências da Televisão busca o novo rei da telinha para herdar o posto deixado nas últimas edições por séries famosas.

A frenética "24 Horas" e "Família Soprano" foram as apostas certas nas edições de 2006 e 2007, respectivamente.

Há alguns programas com a missão de ocupar seu lugar no firmamento das séries do horário nobre, como fez em 2005 "Lost", única produção que tem a chance de revalidar o título de melhor drama no Emmy deste ano.

"Mad Men", do canal a cabo "AMC" é séria candidata a levar prêmios em várias categorias, em uma luta na qual estréiam "Damages", com sete indicações, e "Dexter", que ficou fora da principal disputa do Emmy em 2007.

A seu lado, estão velhos conhecidos desta batalha.

Além dos passageiros do avião que caiu na misteriosa ilha de "Lost", a premiada "Justiça sem Limites" tentará seu primeiro Emmy de melhor drama, assim como "House", com indicações frustradas em 2006 e 2007.

Longe da disputa ficou "Desperate Housewives", candidata em outros anos e indicada a apenas quatro categorias menores.

O Emmy de melhor ator de drama será disputado por James Spader ("Justiça sem Limites"), que poderia conseguir seu quarto prêmio nesta categoria, Hugh Laurie, que tentará o prêmio pela terceira vez com o irreverente doutor House, e Bryan Cranston ("Breaking Bad"), que conseguiu sua quarta nomeação.

Michael C. Hall por "Dexter", Gabriel Byrne por "In Treatment" e Jon Hamm por "Mad Men" completam a lista.

As apostas se confirmaram quanto às nomeações para melhor atriz de drama, um quinteto liderado pela vencedora do ano passado, Sally Field ("Brothers & Sisters"), e no qual figuram outras ganhadoras como Mariska Hargitay ("Law & Order: Special Victims Unit") e Glenn Close ("Damages").

Holly Hunter aparece como séria oponente em sua primeira candidatura por "Saving Grace", e Kyra Sedgwick, a interrogadora de "The Closer", entra na corrida para ganhar o Emmy pelo terceiro ano consecutivo.

A comédia parece contar com um dominador, "30 Rock", que em 2007 derrotou "Ugly Betty" como melhor série do gênero e este ano repete e amplia suas nomeações para 17.

"The Office", "Two And a Half Men", "Entourage" e "Curb Your Enthusiasm" tentarão surpreender.

"Ugly Betty" ficou em segundo plano, embora a atriz America Ferrera tente revalidar o prêmio de melhor atriz de comédia.

Contra ela, disputam Julia Louis-Dreyfus ("The New Adventures of Old Christine"), Christina Applegate ("Samantha Who?"), Tina Fey ("30 Rock") e Mary-Louise Parker ("Weeds").

Louis-Dreyfus é a única além de Ferrara que sabe o que é ganhar o Emmy de melhor atriz de comédia.

Na categoria de melhor ator de comédia estão velhos conhecidos, tendo quase todos já sido indicados alguma vez.

É o caso de Alec Baldwin, que pode levar o prêmio para casa em sua sétima indicação, a segunda consecutiva por sua atuação na comédia "30 Rock".

Baldwin concorrerá com Tony Shalhoub, o famoso detetive obsessivo compulsivo em "Monk", indicado todos os anos desde 2003 para melhor ator de comédia e que já venceu duas vezes.

Steve Carell tentará ganhar o Emmy em sua terceira nomeação consecutiva por "The Office", assim como Charlie Sheen por "Two And a Half Men".

Lee Pace, o estreante nesta categoria, pode surpreender por seu papel em "Pushing Daisies".

Os outros nomes conhecidos que estão concorrendo a um Emmy em papéis secundários são a atriz Sandra Oh, a Cristina Yang de "Grey's Anatomy", o ex-protagonista de "Star Trek" William Shatner pelo advogado Denny Crane em "Justiça sem Limites" e Ted Danson por "Damages".

Michael Emerson, o Benjamin Linus de "Lost", também está na disputa.

À margem das séries, o programa mais indicado foi "John Adams", com 23 candidaturas.

A cerimônia de entrega dos prêmios acontecerá em 21 de setembro no Teatro Nokia, em Los Angeles. EFE fmx/wr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG