O discurso sobre a questão nuclear feito nesta segunda-feira pelo presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad na ONU era "previsível" e consistiu numa sucessão "de ataques furiosos", comprovando o isolamento da República Islâmica, considerou a Casa Branca." /

O discurso sobre a questão nuclear feito nesta segunda-feira pelo presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad na ONU era "previsível" e consistiu numa sucessão "de ataques furiosos", comprovando o isolamento da República Islâmica, considerou a Casa Branca." /

Discurso de Ahmadinejad na ONU trai o isolamento do Irã (EUA)

O discurso sobre a questão nuclear feito nesta segunda-feira pelo presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad na ONU era "previsível" e consistiu numa sucessão "de ataques furiosos", comprovando o isolamento da República Islâmica, considerou a Casa Branca.

AFP |

O discurso sobre a questão nuclear feito nesta segunda-feira pelo presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad na ONU era "previsível" e consistiu numa sucessão "de ataques furiosos", comprovando o isolamento da República Islâmica, considerou a Casa Branca.

Ahmadinejad fez um pronunciamento de 35 minutos na conferência sobre o Tratado de Não Proliferação (TNP) na sede das Nações Unidas, em Nova York, durante o qual pediu a retirada dos Estados Unidos da Agência internacional de Energia Atômica (AIEA).

"Era previsível que o Irã evitasse falar das obrigações as quais não honra", comentou o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

col/eg/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG