Cairo, 6 jan (EFE).- Dois dirigentes do movimento islâmico Hamas se reuniram hoje no Cairo com autoridades egípcias para buscar uma forma de deter as operações militares em Gaza, segundo fontes do grupo palestino e a agência egípcia Mena.

Participaram da reunião dois membros do Hamas, Imad al-Alami e Mohammed Nasr, que chegaram na segunda-feira à noite ao Cairo procedentes de Damasco, onde estão exilados.

A "Mena" informou que a parte egípcia esteve liderada pelo general Omar Suleiman, chefe dos Serviços de Informação e um dos mais importantes assistentes do presidente do país, Hosni Mubarak.

Fontes do Hamas disseram que, nessa reunião, realizada a portas fechadas em um prédio dos Serviços de Informação, os representantes contaram às autoridades egípcias seus pontos de vista sobre a crise de Gaza.

"Explicamos a posição do Hamas sobre a agressão e o bloqueio da população (de Gaza) e como terminar esta agressão", disse à rede de televisão catariana Osama Hamedan, representante no Líbano desse movimento palestino.

Nem o dirigente do Hamas nem a agência "Mena", que citou uma "fonte responsável egípcia", divulgaram detalhes das conversas.

Os dirigentes palestinos viajaram ao Egito a convite do Governo do Cairo para analisar a situação da população de Gaza, disse na segunda-feira Hamedan, enquanto as autoridades egípcias emolduraram esta reunião nos esforços para conseguir uma trégua.

A agência indicou que, na reunião, Suleiman informou à delegação do Hamas "sobre os esforços que o Egito está fazendo e os contatos realizados com todas as partes envolvidas no conflito" em Gaza.

Suleiman foi o responsável por conseguir a trégua entre Hamas e as forças israelenses que durou seis meses em Gaza, antes de ser rompida em 19 de dezembro, o que causou a retomada das hostilidades.

Ele também teve um papel-chave nos esforços para reconciliar as diferentes facções palestinas, especialmente Hamas e Fatah, o grupo do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

EFE nq/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.