Dirigentes de Fiat deixam prédio em Bruxelas onde estavam confinados

Três dirigentes do grupo italiano Fiat, que teriam se trancado no escritório de uma concessionária da empresa, em Bruxelas, para evitar negociar um plano social - segundo uma nova versão, já deixaram o edifício. Não houve qualquer tentativa de impedimento de sua saída, por parte dos empregados, constatou a AFP.

AFP |

csg/app/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG