Damasco, 21 abr (EFE).- O dirigente do escritório político do movimento islâmico Hamas, Khaled Meshaal, disse hoje, em Damasco, que seu grupo não reconhecerá o Estado de Israel.

Em entrevista coletiva realizada na capital síria, onde Meshaal vive exilado, o líder palestino insistiu em que apesar de o Hamas estar disposto a aceitar a criação de um Estado palestino dentro das fronteiras anteriores a 1967, não reconhecerá Israel. EFE gb/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.