Dirigente do Fatah acusa Hamas de ser responsável de fracasso do diálogo

Cairo, 19 ago (EFE).- Um dirigente do movimento nacionalista palestino Fatah acusou hoje o grupo islâmico Hamas de ser o responsável pelo fracasso do diálogo de reconciliação palestina, iniciado há seis meses entre as duas facções.

EFE |

Barakat al-Farra, membro do Conselho Revolucionário do Fatah, disse em entrevista coletiva, no Cairo, que "as justificativas apresentadas pelo Hamas devido ao fracasso de um acordo de reconciliação não são aceitáveis".

Negociadores do Hamas e do Fatah devem se reunir no próximo dia 25 para tentar colocar fim às divergências entre os dois movimentos, a fim de preparar o caminho para conseguir um acordo de reconciliação.

"O Fatah cumpriu todas as condições prévias para que o diálogo tenha êxito e respondeu de uma maneira positiva à iniciativa egípcia (para mediar entre os dois grupos)", acrescentou Farra.

O dirigente do Fatah denunciou que "cada vez que nos aproximamos de um acordo, o Hamas inventa novas desculpas e exigências para fazê-lo fracassar".

O Hamas e o Fatah começaram, em março, conversas de reconciliação com outras facções, que até agora não tiveram nenhum progresso.

O conflito entre as duas facções se intensificou depois que o movimento islâmico tomou o controle da Faixa de Gaza, em junho de 2007, após retirar à força os membros do Fatah. EFE nq/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG