Dirigente da Al-Qaeda diz que ocupação do Iraque trouxe fracasso aos EUA

O número dois da rede terrorista Al-Qaeda, Ayman al-Zawahiri, disse em uma gravação de áudio divulgada hoje que os cinco anos de ocupação americana do Iraque só trouxeram fracasso e derrota aos Estados Unidos.

EFE |

Na gravação, colocada em um site islâmico e cuja autenticidade não pôde ser verificada, Zawahiri disse que "este fracasso e derrota será passado da Administração atual de (George W.) Bush à Administração seguinte".

Além disso, Zawahiri comentou a recomendação do chefe do Exército dos EUA no Iraque, general David Petraeus, de fazer uma pausa a partir de julho na retirada das tropas do país árabe.

"Mesmo se Bush mantivesse todas suas tropas no Iraque até o dia do juízo final, só conseguiria derrota e fracasso", disse.

Segundo Zawahiri, "se as forças americanas fossem embora, perderiam tudo, se ficam, sangrarão até a morte".

O dirigente do grupo terrorista também falou sobre o regime iraniano, ao qual acusou de ter "ambições expansionistas" no sul do Iraque e no leste da península arábica, e advertiu que suas políticas ameaçam toda a região.

Zawahiri disse o clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr era um "brinquedo nas mãos do Irã". Sadr ordenou um cessar-fogo de sua milícia contra as tropas americanas, vigente desde agosto do ano passado.

Além disso, reiterou uma mensagem recente de Osama bin Laden, que disse que, "do Iraque, os militantes da Al-Qaeda começarão uma luta para libertar Jerusalém".

"Atualmente, o Iraque é o campo de batalha mais importante no qual nossos mujahedin (guerreiros santos) estão travando uma guerra contra as forças da cruzada cristã-sionista", disseu.

Por esse motivo, Zawahiri disse que "o apoio aos mujahedins no Iraque, e especialmente ao (grupo terrorista vinculado à Al-Qaeda) Estado Islâmico do Iraque, é o dever mais importante".

Além disso, o braço direito de Bin Laden advertiu o movimento islâmico palestino Hamas sobre o que descreveu "uma invasão" da Faixa de Gaza, que está sendo planejada com a colaboração dos regimes saudita e egípcio.

"Dizemos (ao Hamas), depois que tomou o controle sobre Gaza, que tem que lembrar que este controle é incompleto e instável. Está sendo preparado o cenário para invadir Gaza, e os egípcios e sauditas estão participando desta incursão".

Leia mais sobre: Al-Qaeda

    Leia tudo sobre: al-qaeda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG