Dirigente da Al Qaeda morre e 9 membros do grupo são detidos no Iraque

Bagdá, 6 jan (EFE).- Um suposto dirigente da Al Qaeda morreu hoje e nove membros do grupo foram detidos em duas operações das tropas conjuntas iraquiano-americanos nas províncias de Salah ad-Din e Diyala, ao norte de Bagdá, segundo fontes policiais.

EFE |

As fontes disseram à Agencia Efe que uma ofensiva foi lançada no começo da manhã contra a zona de Albu Oyeil, cinco quilômetros ao leste de Tikrit, capital de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá.

Durante a operação, um suposto dirigente do grupo da Al Qaeda morreu devido aos disparos dos policiais, e outros dois supostos membros da organização terrorista foram detidos.

Segundo as fontes, as forças de segurança conjuntas lançaram a operação contra esta região após receber informações de inteligência sobre o esconderijo de supostos terroristas.

Em outra operação, que aconteceu perto da cidade de Baquba, capital da província de Diyala, ao nordeste de Bagdá e um dos redutos dos grupos insurgentes, outros sete supostos membros da Al Qaeda foram detidos, acrescentaram as fontes. EFE ah/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG