Dirigente camponês da marcha pela Constituição morre atropelado

La Paz, 18 out (EFE).- Um dirigente camponês que participava da marcha pela Constituição que se dirige a pé em direção a La Paz morreu hoje após ser atropelado por um veículo, informou a agência estatal ABI.

EFE |

O morto é Primo Julio Portillo, um dirigente camponês do norte de Potosí, que segundo testemunhas citadas pela ABI foi violentamente atingido na altura do município de Calamarca por um veículo que circulava a grande velocidade e com as luzes apagadas.

Milhares de seguidores do presidente Evo Morales se dirigem caminhando pelo planalto em direção a La Paz - onde devem chegar na segunda-feira - para exigir do Congresso Nacional a lei de convocação do referendo sobre a nova Constituição. EFE sam/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG