erro de julgamento - Mundo - iG" /

Diretor-gerente do FMI se desculpa por erro de julgamento

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn, apresentou suas desculpas nesta segunda-feira, em carta dirigida ao pessoal do FMI, por ter cometido um erro de julgamento ao manter relações íntimas com uma subordinada na instituição multilateral.

AFP |

"Primeiro, apresento minhas desculpas e afirmo que lamento muito o incidente", declarou Strauss-Kahn num correio eletrônico obtido pela AFP. "O incidente constitui um erro de julgamento de minha parte do qual assumo a inteira responsabilidade", acrescentou.

No entanto, Strauss-Kahn precisou: "acredito firmemente que não abusei de minha posição". Diz que apóia "totalmente o processo (de investigação) em curso", assegurando que vai, "evidentemente, seguir as indicações do conselho de administração sobre a melhor maneira de resolver este assunto".

"Quero apresentar minhas desculpas à pessoa em questão por meu erro em iniciar esta relação. Ela é uma economista talentosa, uma profissional competente. Reconheco a situação difícil criada para ela. Peço também desculpas a minha mulher e a minha família", acrescentou Strauss-Kahn.

Em relação à crise financeira, pediu aos funcionários do Fundo que "permaneçam concentrados sobre o trabalho do FMI e o papel determinante que deve ter ajudando" os países membros.

"Estou determinado a fazer o que for justo para a instituição e desejo, sinceramente, que o problema seja resolvido o mais rápido possível", concluiu.

O FMI anunciou sábado a abertura de uma investigação sobre Strauss-Kahn, como parte de um assunto suposto de favoritismo, ligado a relações íntimas com uma subordinada, Piroska Nagy, um ex-funcionária de alto escalão do FMI de origem húngara.

fka/fga/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG