Diretora do Instituto Cervantes destaca aproximação com o Brasil

Rio de Janeiro, 23 mar (EFE).- A diretora do Instituto Cervantes, Carmen Caffarel, destacou hoje a contribuição da instituição para o conhecimento mútuo entre Brasil e Espanha durante os mais de dez anos de atividades da entidade em território brasileiro.

EFE |

"O Instituto soube incentivar o diálogo intercultural e o conhecimento mútuo. É a forma mais interessante de se aproximar de outro país", disse Caffarel à Agência Efe no Rio de Janeiro, terceira cidade que visita em uma viagem por vários pontos do Brasil.

Caffarel afirmou que o Instituto Cervantes "é muito mais que uma escola de idiomas" e que desde a abertura do primeiro centro da instituição no Brasil, em 1998 na cidade de São Paulo, se esforçou para fazer parte do "tecido cultural" do país.

Com nove centros, o Brasil é o país com maior número de sedes do Instituto Cervantes no mundo e o número de estudantes cresce dia a dia, ressaltou Caffarel.

A diretora disse ter constatado "a sensibilidade do público brasileiro pela cultura não só da Espanha, mas também da América Latina".

Caffarel segue amanhã para Belo Horizonte, onde se encontra com o prefeito da cidade, Marcio Lacerda, para discutir a possibilidade de um acordo para que o Instituto ajude em cursos de aperfeiçoamento de língua espanhola para professores da rede municipal.

Entre quarta-feira e sexta-feira, a diretora estará em Brasília, última etapa de sua viagem pelo Brasil, onde se reunirá, entre outros, com os ministros da Educação, Fernando Haddad, e da Cultura, Juca Ferreira, assim como com o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda. EFE joc/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG