GENEBRA (Reuters) - A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, pediu mais doações para os estoques mundiais de drogas antivirais, afirmando que mais medicamentos são necessários para ajudar a combater uma pandemia iminente. Chan, que pouco antes anunciou a elevação do nível de ameaça de pandemia para fase 5 (numa escala que vai até 6), também fez um apelo para que as empresas que fabricam esses medicamentos aumentem a produção.

Duas drogas antivirais --Relenza, da GlaxoSmithKline, e Tamiflu, da Roche e da Gilead Sciences Inc.-- mostraram-se capazes de tratar a variante H1N1 do vírus da gripe suína.

As fabricantes doaram milhões de doses de seus medicamentos para a OMS.

(Reportagem de Laura MacInnis e Stephanie Nebehay em Genebra)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.