Diretor e três funcionários de emissora de TV são mortos no Iraque

Bagdá, 13 set (EFE) - Um grupo armado assassinou hoje um diretor, dois câmeras e um motorista da rede de televisão iraquiana Al-Sharqiya, na cidade de Mossul, cerca de 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes policiais.

EFE |

As fontes acrescentaram que o principal responsável da emissora em Mossul, Musab al-Azzawi, os dois cinegrafistas e um motorista foram mortos pouco após serem seqüestrados por homens desconhecidos.

As quatro vítimas foram seqüestradas em torno de meio-dia (5h em Brasília), quando filmavam um programa na área de Al-Zangili, no oeste de Mossul.

Segundo dados do sindicato de jornalistas iraquianos, mais de 280 de membros e trabalhadores da imprensa morreram no Iraque em ataques desde que tropas anglo-americanas invadiram o país, em março de 2003.

Organizações de imprensa internacionais denunciaram que o Iraque é o país mais perigoso para desempenhar trabalhos jornalísticos. EFE ah/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG