insultar Ahmadinejad - Mundo - iG" /

Diretor de jornal iraniano é preso por insultar Ahmadinejad

A justiça iraniana ordenou nesta terça-feira a detenção do diretor de um importante jornal reformista depois de uma matéria criticando o presidente Mahmud Ahmadinejad, informou a agência estudantil Isna.

AFP |

Uma ordem de captura foi emitida contra Mohammad Javad Haghshenas, diretor do Etelad Melli, acusado de ter publicado mentiras e "insultos", declarou à agência um porta-voz da justiça de Teerã.

Segundo o porta-voz, a matéria "insultante" foi escrita por um religioso, Rasul Montajab-Nia, e publicada na edição desta terça-feira do Etemad Melli, o jornal do partido reformista do mesmo nome.

Montajab-Nia escreveu uma lista de vários comentários atribuídos a Ahmadinejad sobre o Mahdi, o imã escondido.

Os xiitas, majoritários no Irã, acreditam que o último imã xiita, 12º sucessor do profeta Maomé, desaparecido há 12 séculos, deve voltar para estabelecer paz e justiça na terra.

"O presidente e seus conselheiros costumam dizer que este governo é dirigido pelo imã", escreveu Montajab-Nia.

"Tais rumores enfraquecem a fé das pessoas e são ridicularizados pelos inimigos do Islã", afirmou.

No início de maio, Ahmadinejad foi criticado por vários religiosos por ter dito quer a mão do Mahdi era "visível na gestão de todos os assuntos do país".

O partido Etemad Melli é dirigido pelo influente religioso Mehdi Karrubi, presidente do Parlamento de 2000 a 2004 e rival de Ahmadinejad nas eleições presidenciais de 2005.

hif/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG