Diretor da HRW expulso da Venezuela acusa Chávez de intimidação

São Paulo, 19 (EFE).- O diretor para as Américas da organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW), José Miguel Vivanco, afirmou hoje, em São Paulo, que o Governo da Venezuela tenta intimidar a sociedade com medidas como a sua expulsão desse país.

EFE |

"O propósito é intimidar a sociedade civil interna", disse Vivanco a jornalistas no Aeroporto Internacional de Guarulhos, onde desembarcou hoje vindo de Caracas, junto com o subdiretor da HRW, Daniel Wilkinson, também expulso da Venezuela pelo Governo de Hugo Chávez. EFE wgm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG