Diplomata italiano morre em tiroteio na capital afegã

Roma, 26 fev (EFE).- Um diplomata italiano morreu hoje em um tiroteio registrado após um atentado suicida cometido por talibãs no centro de Cabul, confirmou o ministro de Assuntos Exteriores da Itália, Franco Frattini.

EFE |

Segundo declarações de Frattini à imprensa italiana, o diplomata, que trabalhava como conselheiro na embaixada da Itália na capital afegã, foi morto quando um grupo de insurgentes entrou em um dos hotéis alvejados no ataque e iniciou um tiroteio.

Segundo números provisórios, pelo menos 13 pessoas morreram no atentado, cometido perto dos hotéis Park Residence e Safi Landmark.

Frattini disse que o diplomata estava hospedado no Park Residence Hotel, no qual também se encontravam outros quatro italianos que saíram ilesos do ataque.

O opositor Partido Democrata cobrou do Governo o urgente comparecimento do ministro de Assuntos Exteriores no Parlamento para que explique a morte do conselheiro. EFE ccg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG