Diplomata francês será o enviado especial da União Européia na Geórgia

Bruxelas, 15 set (EFE).- O diplomata francês Pierre Morel, que desde 2006 é o representante especial da União Européia (UE) para a Ásia Central, será o enviado do bloco europeu na Geórgia, informaram hoje fontes européias.

EFE |

Morel, de 64 anos, assumirá as duas funções durante um tempo, até que a UE defina mais adiante se é necessário nomear outro representante para a Ásia Central.

Os ministros de Exteriores da UE aprovaram hoje formalmente a mobilização de uma missão de pelo menos 200 observadores civis em território georgiano vizinho às regiões separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia.

A missão terá uma duração inicial de doze meses e um orçamento de 31 milhões de euros, mas não inclui os salários dos observadores, que serão pagos por seus países de origem, segundo o documento de ação comum aprovado hoje pelos ministros.

O quartel-general ficará em Tbilisi, a capital georgiana, e haverá vários escritórios distribuídos pelo país.

Cerca de 20 países da UE deram contribuições para essa missão, que totalizam mais de 350 pessoas e um número não determinado de veículos, por isso, agora, tem que começar o processo de seleção para comparar o pessoal oferecido "com as necessidades" da operação, acrescentaram as fontes.

Os observadores terão que estar posicionados até 1º de outubro, segundo o acordo alcançado no último dia 8 entre a UE e Rússia, por isso a mobilização terá que ser rápida. EFE rcf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG