Diplomata chefe da missão da ONU pode ter morrido no Haiti

PARIS - O ministro de Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner, afirmou nesta quarta-feira, em Paris, que o chefe da missão da ONU no Haiti, o diplomata da Tunísia Hedi Annabi, deve ter morrido no terremoto da última terça-feira.

AP |

Bernard Kouchner disse a duas estações de rádio da França que recebeu a informação do embaixador francês no Haiti. Kouchner disse à rádio RFI que o embaixador tinha visitado o edifício-sede da ONU na devastada Porto Príncipe e disse que "todos que estavam no prédio estão aparentemente mortos", incluindo Annabi.

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG